Gabriella Beth Invitti: Amor de um homem Eu não acredito na...

Amor de um homem

Eu não acredito na velha história do “Te ligo amanhã”. Apesar de notar diferenças, sei que no fundo são todos iguais. E cada dia que passa, a cada novo homem que conheço, eu amo mais meu cachorro.

É incrível como as mulheres sempre foram tolas, acreditam no amor e no respeito, enquanto os homens acreditam na paixão e no desejo. No entanto, existem aquelas que se fazem de neutras. Não acreditam, nem ignoram. Eu sou umas delas.
Acredito no respeito, porém sei que é difícil dele existir. Acredito na paixão, porque sei que é ela que encaixa dois corpos. Acredito no desejo, porque sei que ele é a semente da paixão. Mas não sei descrever o amor, muito menos acreditar nele.
Amor é designado como segurança e proteção, respeito e carinho, fidelidade e lealdade, desejo e ternura. Porém, não é fácil encontrar um casal que tenha todas essas virtudes. Se o amor existe, então o que é ele?
Amor é uma incógnita, é um sentimento entre Deus e fiéis, entre pais e filhos. Porque essas são relações de serenidade, de cumplicidade e fidelidade. Claro que nem todas as famílias são assim, porém tudo tem exceções.
Mas se o amor existe entre duas pessoas, o que é ele? Para mim, o ‘eu te amo’ é uma das maiores mentiras já ditas entre homens e mulheres. O que eles querem dizer na verdade, é ‘eu te desejo’. Acredito no amor sincero, entre amigos e famílias. Mas não acredito no amor entre um homem e uma mulher. Porque se ele existisse, não existiria traição, nem brigas. Ninguém sairia chorando, e ‘coração partido’ seria a metáfora mais mentirosa já dita.
Quando sua barriga sentir aquele frio, quando seu coração bater rapidamente, quando você sentir aquele arrepio e sua respiração parar. Saiba, você não sente amor, sente paixão. Porque paixão é o grande fluxo entre dois corpos. É ela que sustenta a lei da atração entre um homem e uma mulher.
Quando conhecer alguém que tudo indica ser o amor da sua vida, não acredite nisso. Não se iluda, nem deseje demais. Se controle, e deixe o tempo dizer.
O amor foi inventado para as pessoas se sentirem mais felizes, mais iludidas. E eu não posso julgar. Nunca me iludi ao ponto de achar que estava amando.

Não acredito em príncipes, nem no ‘felizes para sempre’. O juramento do matrimonio já não é mais real. Parece até história de alguém desiludido, e talvez seja. Mas se prestarem atenção, o que move as pessoas é a paixão, e não o amor. Então, o desejo de um homem sempre falará mais alto. E você, você sempre irá se decepcionar.
Chega de esperar que eles liguem e nos amem. Apenas viva sua vida, e coloque ele em segundo plano, como ele faz com você.
"O amor de um homem, é apenas o que lhe satisfaz".

Inserida por gabiiinvittti