Gerson Gomide: AMOR FILIAL - Carta de um excepcional...

AMOR FILIAL - Carta de um excepcional


ESSAS FLORES EU DEDICO A TODAS AS MÃES ESPECIAIS.
RECEBAM O MEU CARINHO E UM GRANDE BEIJO
DO MEU PARA O SEU CORAÇÃO

Minha querida mãezinha, há duas coisas que lhe quero dizer de imediato: a primeira, não pergunte e tampouco busque explicações para entender de que maneira e com que recurso lhe escrevo, pois há muitas possibilidades à disposição do homem às quais o senso comum não pode, por enquanto, nem imaginar, e a segunda, agradecer-lhe a oportunidade que me concedeu ao receber-me por filho e assim tratar-me durante todos esses anos.

Sempre quis escrever algo, tanto para você, como para todos os demais que se interessam por alguém como eu, contudo, sempre fui cerceado pela excepcionalidade. Hoje, porém, sinto chegado o dia e que a hora é esta. Não pretendo grandes tiradas--- não as conseguiria, quero me ater à singeleza de minha maneira de ser. pretendo rabiscar nestas linhas algo que eu e os meus iguais sentimos.. Antecipo que encontro dificuldades na maneira pela qual ora me expresso. isto me custa bastante esforço e tenacidade, mas sei que um só sorriso que você possa irradiar e uma só emoção que possa sentir ao ler estas letras já me bastam como recompensa ou, mais precisamente como dádiva de Deus.

Primeiramente , quero afirmar que sou feliz, e o sou porque a tenho como mãe querida. Desde o princípio, ainda no seu ventre, quando me senti diferente, preocupei-me com o futuro. Que seria de mim e dos meus pais? Como seria minha vida? perguntas que me fiz e que você e o amoroso paizinho responderam com gestos de amor e ternura. não me falta nada , todos os recursos de que careço para sobreviver eu os tenho e mais, no sentir deslizando suas mãos em meu rosto, naquele seu gesto carinhoso, tão próprio, sinto Deus em mim e se pudesse ou conseguisse, bradaria aos quatro ventos que a vida é bela e que é muito bom viver.

Tenho consciência de que lhe dou muito trabalho, mas que posso fazer se sou tão pequeno, fraco, indefeso e dependente?
Gostaria de ser diferente do que sou somente para poupar-lhe esforços e dar-lhe mais tempo para o descanso, mas Deus quer que assim seja, e quem sou eu para questionar-lhe a Justiça, a Bondade e Misericórdia?

Quero que saiba que não obstante minha deficiência sou um Espírito lúcido, quero confirmar-lhe que sei amar , que gosto de ser amado, que meus sentimentos são iguais aos de meus irmãos ditos normais.. Quero que saiba, que sei discernir alegria e tristeza, mesmo porque as sinto de quando em quando, que sinto-me pequenino quando olhos curiosos pousam em mim, que fico triste quando não me tratam bem, mas muito radiante quando um desconhecido qualquer me trata ou olha com simpatia, que sei não possuir beleza alguma, entretanto posso dizer com segurança que depende somente de você para que eu me torne uma das mais belas estrelas da constelação Divina.

Quero que saiba, enfim , que me sinto gente e filho de Deus. não falo todas estas coisas com o intuito de depertar-lhe a atenção para algum fato ou para que demonstre alguma outra virtude. você tem todas as virtudes que um filho busca e necessita em sua mãe. Falo essas coisas para confirmar tudo o que você sabe a meu respeito e a respeito dos meus sentimentos. falo para que voc~e tome conhecimento de que sei de tudo o que se passa em seu coração que pode não ser o maior do mundo, mas, seguramente, para mim é o mais aconchegante.

Quando ouço alguém dizer, ao se referir ao filho recém-nascido que "graças a Deus é perfeito", tão logo à memória me vem através de jesus"...os são não necessitam de médicos". Somos nós mamãezinha, que mais necessitamos de amor materno, de amor fraterno, de amor universal ou mesmo de solidariedade. Ensine a elas a repetir sem ressalvas ou restrições as palavras do mesmo Jesus "... deixai vir a mim os pequeninos"...

Ao tomar conhecimento, há pouco, de que é possível estabelecer com precisão se o feto possui alguma anomalia, propenso pois à retardo ou deficiÊncia mental e justificando tal possibilidade, em alguns países, o aborto eugÊnico, senti um frio percorrer-me a espinha. pergunto, e ninguém precisa responder, por que recusar um filho se antes de ser do homem e da mulher , é de Deus? Por que trocar a sua felicidade eterna e a do nasciturno pelos sorrisos temporais da sociedade dispersiva? Quem vale mais, um filho saudável ou um deficiente? é possível, com isenção de ânimo, estabelecer paralelos? Não obstante a agressão do aborto. Deus tem o agressor, qual o agredido, como seus filhos amados e é bom que todos saibam disso. Como é bom saber que nosso físico não é jamais o retrato de injustiça Divina.!
Antes de encerrar , quero que transmita ao papai o meu afeto de filho reconhecido e que o preito que hora rendoa você o abarca também.

Para finalizar lhe segredo que há tempos atrás julgava ser vocÊ igual a todas as mães da terra. Hoje, aguardo com muita esperança, que todas as outras mães um dia possam se tornar iguais a você no brilho do amor e no reflexo da bondade.
Agradeço por tudo que me faz e convicto afirmo que, até hoje, e por toda a eternidade, excepcional tem sido e será o amor que você me dedica e que lhe retribuo comovido.
Do filho amado e amoroso, sempre, sempre seu.

Gêrson Gomide

Inserida por ERIVALDA