Liih Oliveira: “Exatamente como uma estrela...

“Exatamente como uma estrela atravessando o céu, a última página do livro que ela lia & relia todas as noites para evitar vira-lá e ver que a história chegou ao final, sem final feliz, aquele seu único sonho, seu mundo, a cor da sua vida, algo que sinceramente era insubstituível pra ela, a batida do seu coração, o brilho dos seus olhos, seu sentido de viver. Sim ela o amou, o único, sentia muito por ter sido tarde, o tempo sempre passou muito rápido pra ela, o seu céu azul se foi, restando apenas o transparente das suas lágrimas, nada mais era igual, nada mais era igual ao sorriso dele, o seu olhar, ela ouvia aquele silêncio longo olhava as paredes e se lembrava de como tudo era antes, do amor que ele ofereceu a ela, e ela? ela fingiu não querer.
Ela Sabia que não podia mais mudar nada e também que nada mudaria o seu coração, nem mesmo o tempo, e mesmo tentando esquecer ainda assim ela se lembrava, e no fundo gostava disso.
Ela ia seguindo por um caminho que não tinha certeza de ser certo, ele sempre foi a sua única certeza, seguia em frente, se enganando e achando estar bem, prometia pra si mesma não voltar atrás jamais, mais sabia que cumprir aquilo seria difícil, ela fingia não saber de mais nada, mais tudo ainda estava guardado lá, ela guardava aquele segredo assim como guardava as lembranças dele, jamais ia perder aquilo, como havia perdido ele e como ele havia perdido as memórias que tinha dela...
O tempo poderia passar, mais ainda assim ela estaria lá, esperando por ele. Exatamente naquela estrela que mais brilha na escuridão da noite, na ultima página do livro que diz que tudo acabou, no sonho que nunca se realizou, no mundo que ele nunca visitou, em um lugar esquecido do coração dele, naquele brilho do olhar que talvez ele nunca mais fosse enxergar”

Inserida por lisaniacarvalho