Marcel Henriques: Soneto da destruição Se a rosa fosse...

Soneto da destruição

Se a rosa fosse verdade
se fosse verdade a paixão
se a paixão fosse rosa
e se fosse rosa o coração

Abelhas dançam valsa
nas pétalas do coração
saias rodada e sapato de salto
seguindo a infinita canção

A valsa muda para algo sem fundamento
as abelhas voam em desencanto
tudo é tomado por asfalto e cimento

A rosa se transforma
e cai murcha no chão
Ah! Se fosse verdade a paixão

Inserida por marcelhenriques