Jodhi Segall: Espelho Aos poucos nos tornamos mais...

Espelho

Aos poucos nos tornamos mais fortes.
Aquela fraqueza não se sustenta.

Vemos a grandeza como algum comum.
Tomamos posse de nossas riquezas, fortunas, venturas.

Nada tememos em nós próprios e tudo preservamos ao derredor: o modo, as coisas, as pessoas...

Aos poucos a imagem se dissipa e no espelho encontramos nossas verdades.
Nenhuma dor permanece.
Sentimos uma áurea de humanidade, cantamos uma música enternecida sem melancolias, melodramas, restituições ou resgates.
Todas as contas estão pagas.

Leve como uma pluma, ergue-se sobre o sol, a alma.

Sob estradas, estrados...
Além de nós, estrelas!

Inserida por Jsgdias