Priscila Palma: Com o tempo você aprende que por mais...

Com o tempo você aprende que por mais que você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...

Porque estou admitindo a minha fraqueza ao lidar com os sentimentos. Que expectativa gera decepção, isso é fato. Fato é também que não podemos esperar nada das pessoas. Não podemos esperar que nos amem na mesma proporção, que retribuam o nosso amor. É preciso amar, e ponto. Estranho falar de amor quando já não acredito mais nele. O amor é um comércio, uma vitrine, um jogo.
No jogo do amor, colecionar perdas é admitir cicatrizes; ou feridas abertas, que insistem em não cicatrizarem nunca. Alguns dizem que é preciso tempo. Eu diria, que é preciso maturidade. É preciso admitir que nem sempre somos bons o bastante. No jogo do amor, é preciso saber perder.
Eu aprendi a perder, porque sei que cada vez que eu perco alguém, esse alguém também perdeu um pouco de mim... perdeu um pouco do meu amor tão silêncioso; quanto maior é, menos provas dá. Cultivo grandes amores, grandes admirações. Tenho ídolos anônimos que não sabem o quanto são essenciais. Faço questão de não dizer; o meu amor sempre cresceu no silêncio e se cala à medida em que cresce.

Admitir perdas é iniciar o processo doloroso da cicatrização de feridas abertas. Reconhecer fraquezas é crescer. Ter a humildade de reconhecer erros nos torna mais humanos.

Inserida por priscilapalma