Carlos Rogério V. Da Silva: Nunca imaginei! Nunca poderia imaginar...

Nunca imaginei!

Nunca poderia imaginar
Não imaginei
E ainda não imagino.
Não imagino que te perdi!
Não imagino até agora
Oh! Imaginação
Porque se tornaste real
Porque não ficaste em seu mundo escondido
Porque me atormenta desta forma
Às vezes me pergunto:
O que lhe fiz?
Porque ser tão voraz.
Consome-me aos poucos
E se torna uma das piores dores
A dor de imaginar a atual realidade
Volte para seu tempo e traga de volta o meu.
Não posso imaginar!
Mais é real!

Inserida por crvdas