Débora Beatriz Albuquerque: Aquilo que chamo de amor Um dia achei...

Aquilo que chamo de amor

Um dia achei que amar era difícil, era uma coisa que poucos poderiam fazer e sentir. Mas hoje eu sei que todos sentem o amor em suas veias mas realmente não se dão conta do quanto aquilo é importante, o que aquilo influi em suas vidas. Amor é o querer mais bem querer, é dar-se pelo outro e ser compensado a mesma altura, ou se você ama sozinho, você ama pelos dois e fica feliz quando o outro está feliz. As pessoas levam o futuro, os problemas, o que deixam de fazer de tão grandioso pra agradar alguém tão em conta, que esquecem-se das coisas simples, dos mínimos detalhes que significam grandiosidades na vida do seu amado. O amor foi feito pra muitos, mas poucos conseguem desvendar seus mistérios para assim domá-lo e não deixar-se domar.

Inserida por depoisdanuvemnegra