Henrique de Paiva Resende: Como eu fui capaz de enganar a mim com...

Como eu fui capaz de enganar a mim com essa tolice de amar?
Há pouco descobri que todas as cores que eu vivi nos últimos meses não passavam de cinza.
Não era amor; não o amor que eu achei que sentia. Era ligeiramente mais sóbrio e mais frio, coisa que demorei a entender e tentar querer aceitar.
A ilusão é bastante doce. A realidade tem é outro gosto.

Inserida por henriquepaiva