Antonio Henrique Neto: Dia de Natal é sempre aquela alegria...

Dia de Natal é sempre aquela alegria contagiante,
para uns é o momento de reencontrar toda a família, para outros é apenas uma
festa, e para muitos o natal é um dia maravilhoso. Quando éramos criança ficávamos
esperando o Papai Noel, que vinha todo dia 24 de dezembro deixar nossos
presentes debaixo de nossas arvores de natal. Até que um dia todos nós crescemos
e descobrimos que aquele homem gordo, com barba branca e cheio de
presentes não passava de nossos pais e mães.

Como não ficar entrar no espírito
de natal nessa época, se em todos os lugares que vamos ou passamos vamos ver
enfeites de natal, as lampadinhas piscando e as arvores enfeitadas a espera dos
presentes.

Junto da felicidade do natal vem
as lembranças de pessoas maravilhosas que passaram em nossas vidas e que não estão
mais conosco, algumas por terem sido levadas para um outro lugar mais brilhante
ou aquelas pessoas que nos afastamos por brigas ou pela distancia. E não
é que voltamos naquela época que éramos pequenos e que acreditávamos em
papai Noel, naquele tempo não ficávamos tristes. Relembramos daquele amigo, um dos melhores que infelizmente foi levado
por uma fatalidade, ou simplesmente lembramos de uma frase que nos foi dita
quando estávamos precisando de um ombro amigo.

Quantas lembranças, amigos,
familiares e memórias. Quem nunca se emocionou ao ver um amigo, amiga, prima,
algum ente querido, chorando ao fazer uma homenagem ou com um simples abraço.

Amigos que coisa maravilhosa...
São eles que nos fazem ter forças para viver e aprender.

E as historias de terror de nossas vovozinhas e nossos vovozinhos, só pra ficarmos nos deixar com medo. Adorávamos ficar deitados junto daquelas pessoas abençoadas só pra ouvir
aquelas histórias sem pé nem cabeça. Quantas lembranças.

Quantas coisas que passamos e só
damos conta quando não temos mais. Mas a vida é assim mesmo, quando menos
pensamos não temos mais aquele beijo carinhoso, aquele abraço gostoso ou
simplesmente aquele olhar.

Lembrança, um simples aperto de mão ou aquele abraço apertado que estávamos precisando. Como não lembrar daquele seu amigo(a) que você não fica bem enquanto não tiver noticia. Pois é, a vida é cheia de surpresas em nossas vidas.

E nessa ultima semana que temos
no ano serve pra isso mesmo, para fazermos um balanço do que fizemos ou
deixamos de fazer. Paramos pra pensar nas burradas que fizemos e também nas
maravilhosas pessoas que apareceram em nossas vidas ou naquela pessoa que
passou em nossas vidas por apenas poucos momentos e que foi levada de forma
brusca para o lado de Deus.

E por fim, nunca podemos deixar
as lembranças de lado, é isso que levanta qualquer pessoa, mesmo aquela mais sisuda. Aos que perderam seus entes queridos,
vamos lembrar das coisas boas e dos momentos felizes que passaram juntos, não
dos últimos momentos.

FELIZ NATAL.

Inserida por antoniohneto