Walace Miguel: UMA FORMA DE VIVER Não me considero um...

UMA FORMA DE VIVER

Não me considero um alguém perfeito, e nem tento ser perfeito, apenas tento cativar a mim mesmo para um mundo onde pessoas imperfeitas, atrapalham minha evolução, ou as minhas conquistas.
Me sonsidero um guerreiro, afinal, tudo que conquistei foi na base de muito esforço, e ainda estou batalhando muito, pra que um dia, não sejam em vão minhas atitudes, pois se eu morrer hoje, tenho certeza de que amanhã, todos os pensamentos serão voltados para as formas que eu fiz de tentar re-viver um mundo morto da forma que sempre quis.
Não me considero um alguém feliz, afinal, sei que a Felicidade não existe, pois se a felicidade existisse realmente, o mundo não estaria em guerra, ou quem sabe a felicidade exista realmente, se não existisse, o mundo estaria pior do que nossos olhos vêem agora.
Sei que posso ter tudo, mais no fundo, não tenho nada, ou posso ter nada, e ao mesmo tempo ter tudo, não tudo que quero, mais tudo que preciso pra que eu não seja mais um ser incapacitado para buscar sonhos simples; tenho sonhos, sonhos impossíveis, compreensíveis, e visíveis, mais incompreensíveis para mim, e invisíveis para as minhas batalhas.
As falhas da vida, e as rachaduras do destino, me fortalecem, e as vezes podem me fazer re-construir uma vida que se tornou intulho...
A única coisa que tenho, são as minhas palavras, podem não ser nada para muitas pessoas, mais é a coisa mais importante da minha vida...
Algumas pessoas dizem que sou Filósofo, outras dizem que eu sou um Poeta, mais sou somente um alguém vivido, que tem uma sabedoria fora do comúm, e uma burrice jamais reconhecida, mais sei que essas questões não fazem de mim um alguém diferente, sou só um alguém comúm um pouco diferente, porém comum.
Já perdi tantas coisas na vida, já perdi tantas coisas, pessoas...
Perdi tempo...
Acho que já mais acharei novamente tudo que perdi, pois coisas ou pessoas que se vão, não são encontradas novamente, mais em nossas mentes são formados pedaços de lembranças que jamais foram esquecidos, esses pedaços me fazem perceber que o tempo é uma raridade, e que jamais devemos pensar no amanhã, pois o amanhã quem sabe não se concretiza-rá.
Vivo pensando no hoje, porque consigo viver o agora, se eu viver hoje pensando no amanhã, nada será como o determinado, pois as coisas acontecem com as surpresas, e o tempo é uma eterna caixinha de surpresas.
Procuro alguém que tenho certeza que não encontrei, ou que talvez tenha achado, mais esse alguém ainda não conseguiu me encontrar, mais ainda viverei minha vida buscando algo desconhecido que conheço de centenas de vidas passadas.
Meus pensamentos são relativos, e os fatos não batem como antes, as pessoas não são as mesmas.
Meus amigos mudam, as pessoas que eu amo mudam, ou mundo termina mudando, e eu permaneço da mesma forma, jamais mudando com o mundo, ou com pessoas, mais mudando comigo mesmo.
Minhas formas impossíveis de despertar de uma vida morta me transforma em alguém pobre, simples, algo que sempre fui, e que mesmo que mude, minha alma sempre será o que jamais vai deixar de ser.
As pessoas se entregam a ambição, julgam-me pelo que tenho, ou pelo que posso ter, e por isso não sou nada, mesmo que eu tenha alguma coisa, um dia irei morrer, e isso tudo ficará pelo mundo, outras pessoas disfrutaram do meu conquistado, e o que posso fazer?Assim é a vida, nós somos gerados, nascemos, depois morremos.
Muitas pessoas fazem de tudo para poder viver para sempre, mais mesmo que elas gastem todas as suas economias, para abusar da estética, o dinheiro delas não será capaz de lutar contra o tempo.
Não quero viver para sempre, não quero ter essa aparência para sempre...
Tudo muda, tudo caminha, tudo para, tudo vive, tudo morre.
Impossíveis possibilidades para um guerreiro, possibilidade para um alguém se oportunidades, alguém esquecido em um mundo captalista.
Hoje em dia, creio eu, que ser diferente é automaticamente normal, mais pessoas as vezes não aceitam você da forma que você realmente é, e você tenta ocultar você mesmo, dentro de um personagem que você cria, mais jamais faça isso, sempre seja você mesmo, nunca crie um personagem de si próprio, nunca oculte aquilo que você é para impressionar as pessoas que não dão a minima para o que você é de verdade, porque não valhe-rá a pena, com o tempo você percebe-rá isso.

Inserida por walacemiguel