Natanna Xavier: À quem espera o seu amor Distância...

À quem espera o seu amor

Distância poderia ser sinônimo de saudade se não fosse o fato de sentirmos saudades de quem está bem pertinho de nós e não sentirmos daqueles que estão distantes.

Às vezes sentimos falta até de quem nunca esteve conosco.

Ela é antítese, paradoxo, contradição, sinestesia, tudo ao mesmo tempo.

É verdade que nos ensina, enriquece valores, desvenda amores e nos torna mais pacientes.

É magia branca e negra. Branca quando valentes, dispostos a suportar toda a dor que ela trás, em razão do mais sublime sentimento. Negra quando a tomam como fardo, se esquece o propósito e o sentimento desvanece toda a esperança.

Os olhos que choram de saudades são os mesmos que anseiam a primeira ou mais uma troca de olhares.

As palavras que não se ouve ao pé do ouvido dão voz as mais belas provas de amor.

A ausência do toque aflora todos os sentidos.

Descobre-se que a carência não é a falta da carne, é saudades de espírito.

As lembranças que trazem nostalgia são as mesmas que aproximam as pessoas separadas pelo tempo.

Tempo é outro fator importante.

Quem ama tem pressa.

Quem souber esperar viverá o amor e descobrirá que ele supera toda a distância.

Inserida por NatannaXavier