Yvis Reis Faleiro Dos Santos: Tenho saudades do que nunca tive, parece...

Tenho saudades do que nunca tive, parece que quanto, mas me lamento, mas lembro que nunca vivi aquilo.
Não sei se faz parte chorar de raiva, mas nunca deixarei de esquecer os momentos, não sei se dou o nome de “saudade”, mas mesmo assim sinto um aperto no coração por uma falta inexistente que me persegue como meu cheiro, sempre reconhecível e nunca sai de mim.
E como sentir a pele arrepiar por uma brisa que te encosta, se sentir frágil, sabe que tudo aquilo eram palavras de conforto que faziam a sinceridade se esconder em um buraco profundo onde minha mão não alcança, mas com ajuda de alguns consegui enxerga um a luz de esperança, que me mostrava que o amor nem sempre pode ser correspondido, amar sem ser correspondido, e acreditar em momento que queria passar, e que não passaram.

Inserida por Yvis