Luís Santos: O Gosto Da Paixão Ajoelhas aos meus...

O Gosto Da Paixão


Ajoelhas aos meus pés com olhar suplicante,
Lábios entreabertos, língua impaciente,
Teus dedos buscam o prazer latejante
Que vive latente no corpo de uma serpente.

O rosto corado, corpo ereto, acorrentado
À tua boca que devora com sofreguidão,
Sangue em completa ebulição, extasiado,
Abandono-me às delícias da depravação.


Minhas mãos afagam o teu cabelo belo,
A tua doce boca com estocadas flagelo,
Sinto o vulcão quase a entrar em erupção.

Gemidos e ais precedem o êxtase final,
Na boca um dilúvio de lava seminal,
O sabor delicioso da minha louca paixão.

20/11/09

Inserida por ninaflorcore