Isaac Duran Ponce: Atreva a gritar Atreva a gritar aos...

Atreva a gritar


Atreva a gritar aos quatro cantos para quem quiser ouvir
Saia do silêncio da sua alma, grite para o mundo seus anseios
Alguém te ouvira, receio que vivamos no mundo de surdos
Mas há alguem no mundo que ainda escute tudo
Talvez devessemos fugir, mas para onde fugiriamos?
A um tremendo vazio por dentro da tua alma
Pode ser que isso te mate, pode ser que isso passe
Depende da sua escolha, depende de como você age
Vamos andar juntos, direto para outro lugar
Onde tenha mar, onde tenha sol
Caminhar a beira mar para as brisas em nosso rosto tocar
Como um refresco para alma.
Desesperada estava tua alma
Mas quem poderia descobrir? Quem se atreveria te ver assim?
Ande comigo para qualquer lugar do mundo
Para onde houver mar, onde houver sol
Estaremos juntos até o confins da terra, ou aqui, neste começo de mundo
Atreva a gritar, talvez alguém possa te escutar.

Inserida por pensamentosepoesias