Bárbara Fernanda: Pouco que não é meu Penso exigir muito...

Pouco que não é meu

Penso exigir muito
O muito pouco que você não tem para dar
O seu amor é limitado
O qual já insaturado de mim está
Por você vivo e choro
Os prantos tantos que cansam meu olhar
Em versos complexos explico
O pouco amor que você tem pra dar
Orgulho do meu
Que sem magua continua a gritar
Puro e inocente
Que a um beijo singelo e quente
Volta a todo vapor por lhe amar!
Entre inocentes rimas exclamo
Que me poupo desse seu profundo olhar
Esperando cada vez menos me apaixonar
Diminuindo assim esse grande amor
Que só em sua falta pode acabar.

Inserida por baah51