Runpelstilsken: O Final do que nem começou Sou uma rua...

O Final do que nem começou

Sou uma rua
Esquecida pelos governos
Sem árvores , sem asfalto , sem luz , sem nada

Sou um barco, abandonado ao léu
Sem amarras, sem âncora nem proa
Nem velas a serem içadas

Sou um espelho embolorado
Úmido e velho, quebrado
Ninguém, nem nada reflete em mim

Sou uma casa vazia
Sem tapete peludo e vermelho
Sem vaso de flôr na porta entrada
Sem familia dentro dando risada

Sou um livro velho , antigo... Empoeirado , sem capa, largado
Desordenado, páginas rasgadas
Sem marcador a despencar na estante...

Abra-me e você vai ler uma história que não começou
E brutalmente se acabou...

Inserida por Runpelstilsken