Quelubia Coelho: Terá um fim quem sabe No fim da tarde...

Terá um fim quem sabe

No fim da tarde nem a janela eu abri
Queria ficar quietinha dentro de mim
Aproveitar que não tinha lugar pra ir
Aproveitar pra lembrar daquilo que gosto
Daquilo que me faz sorrir
Das frases que me tocam
Pra apreciar o silencio confortavel da rua
e daqui de dentro
A lentidão das horas
O vento parado
O sol escondido
A vontade de não fazer nada nem por vontade
De parar e ouvir o que ninguem diz
o que ninguem quer ouvir....

Inserida por quelubia