Roberto Pereira Jr: Eu não tinha nada Não sabia andar Não...

Eu não tinha nada
Não sabia andar
Não entendia porque precisava estudar
Sabia pouco das leis
Viva no paraíso
Vivia sorrindo
O mundo parecia tão bonito
Não sabia eu meus riscos
A liberdade é solitária e de múltipla escolha
Nem eu mesmo sabia do que era capaz
Agora sei que o que você poda fazer eu posso
Temos escolhas a seguir
Vivemos em constante duvida de si mesmo e com os outros
Fico me observando, olho pra traz e lembro como tudo era simples e natural
Eu era o que quiser ser, tudo era graça, apenas chorava quando me arranhava
Pensava que tudo era pra sempre
Aprendi que as voltas que o mundo dá servem para os anos passar
Vivia no meu mundo e tinha um mundo inteiro
Quando o mundo inteiro se abre
A multidão me enfraquece me tira todas as armas nascidas comigo
Simplicidade, honestidade e amor
Tornam-me mais um em sua estante
É preciso se misturar para não ser perseguido
É preciso morre depois começar a matar para não ser morto
Depois é preciso arrepender-se para ser remido dos pecados do mundo
Antes de tudo errar pra aprender

Inserida por RobertoPereiraJr