Roberto Pereira Jr: A revolta Depois de uma fase de...

A revolta

Depois de uma fase de sensibilidade
Depois de chorar
Depois de perder
Chega a hora de ganhar
Vou fazer da dor o meu brinquedo favorito
Vou fazer da raça que me castigou um brinquedo
Terei na mão, entre os dedos
Como uma moeda testando sua gravidade
Vou viver com minha vida em riscos
Minha alma na ponta de uma faca
Os riscos são grandes, mais os sucessos são perfeitos
Vou dizer que a vida é uma loucura
Vou dar conselhos para as pessoas viverem a vida loucamente
Vou contaminá-las com minha revolta
Depois volto pra mim
Não olho pra traz
Continuo de onde parei
Tristeza nunca mais
Enquanto isso o veneno da minha revolta circula entre os novos loucos
E assim a vida continua
Todos doentes de si mesmo
Agindo por impulso
Não adianta cobri o mal com ele mesmo
O mal é um ciclo que só acaba quando as atitudes mudam pro bem ou pro perdão

Inserida por RobertoPereiraJr