WANDER SABINO: não é o destino que nos leva ou o...

não é o destino que nos leva ou o acaso que nos persegue, mais os acontecimentos que por decorrencia da nossa semeadura tem que florescer e ficar vizíveis. para que nós entedamos coisas simples como; se eu plantar espinhos, vou colher espinhos. se amor, amor! se discórdia, discórdia! se amizade, uma riqueza inestimável.

Inserida por wandersabino