Bruno Raphael da Cunha Dobicz: Poucas coisas são necessárias para...

Poucas coisas são necessárias para alcançar a felicidade. Ela está ao alcance das mãos da mesma maneira de que a visão aos olhos. É uma conseqüência do caráter do homem. Aquele que decide-se pelos os outros, pelo amor, em doar-se ao próximo, compreende as palavras que pronuncio.

Aquele que conhece a verdadeira felicidade não acomoda-se com a tristeza. É um difusor de sorrisos. É um acolhedor de pensamentos. Um distribuidor de sabedoria e bem.

Tem as mãos calejadas, mas firmes para ajudar a levantar outras mãos. Tem os joelhos marcados por tantas quedas, mas pernas determinadas a seguir caminhando. Olhos que conseguem ver enxergar corações, compreender sonhos.

Inserida por BRUNORAPHAEL