Sílvia Ananias Onório Ribeiro: E se for para morrer que seja de amor!...

E se for para morrer que seja de amor!

Se existir amor, Ame, mas ame sem criar outra realidade conheça, sinta, e olhe nos olhos e se existir amor, se entregue, deixe que seus desejos sejam saciados, e alimentados pelo fenômeno mais significante do ser humano.
Se existir um querer, que ele seja seu bem querer e que te leve a mais profunda emoção!
Que seu bem querer libere suas vontades, seus mais ocultos desejos, e que o sabor do mel se misture aos céus.

Inserida por plispadinha