Sílvia Ananias Onório Ribeiro: Aprendi que não devo confiar em muitas...

Aprendi que não devo confiar em muitas pessoas, pois podem nos trair mesmo tendo o mesmo sangue que eu, aprendi que a mentira tem perna curta, como minha mãe sempre diz, aprendi que o nariz não cresce que nem do Pinóquio. O que cresce é a desconfiança que passamos ter diante desta pessoa que mentiu para nós! Sabe já mentiram para mim e não foi uma vez não, foi muitas vezes... Só que como minha mãe diz a verdade sempre aparece e o mundo não é tão grande quanto pensamos. Às vezes as pessoas nos julgam por algum fato, ou até mesmo por ter amado alguém, mas me diz é proibido amar? É às vezes eu penso que é, pois por conta disso muitas pessoas se afastam, e mesmo que você acha que são seus amigos na verdade não são, mas depois eu descobri que muitos fazem amizades por interesse, ou pessoal ou só para dizer a sou amigo de fulano. Sabe meu problema é que sou muito transparente, espontânea e não escondo o que penso, o que sinto, não escondo uma lágrima ou um sorriso, ou quando estou chateada... Pois quando eu amo! Ah! Eu amo mesmo, amo meus pais, amo meus irmãos, meus amigos, amo até mesmo quem eu nunca vi... Não me importando com os defeitos... Amo sim de coração com a alma... E amo infinitamente a Deus, pois é ele quem me forças para continuar vivendo, mesmo com tantos problemas que enfrento é alguns diz você é louca vai amando assim todo mundo.... Mas quem vai me proibir? Sou livre para amar quem eu quiser às vezes meu amor é aquele protetor que quer cuidar, quer ajudar, quer fazer um carinho ou simplesmente necessito amar para me sentir bem!...E digo sempre ame sem medo de ser feliz, e quando puder visite um hospital, um asilo, um orfanato, ou o seu vizinho, ou simplesmente olhe ao seu redor você vai ver o tanto de gente que quer o seu amor, o seu sorriso, o seu abraço... ASSIM VOCÊ SE SENTIRA MUITO MAIS FELIZ!

Inserida por plispadinha