Anjo Improta: Aconchego dos teus rios O doce aconchego...

Aconchego dos teus rios
O doce aconchego eu achei em teus rios,
Oh causador dos meus suspiros de saudade...
Torrentes são suas águas que me afogam num mar de amor
E afundam-me no lago de suas vontades!

E na benévola cortesia que você me faz, quando aliada
À franqueza de suas palavras e unidas na delicadeza
Dos seus rosados lábios, me diz palavras lindas,
Que me derretem por inteiro e fazem-me perder o alento!
Já não sou culpado por minhas palavras de amor,
Talvez loucamente exageradas,
São medidas por gestos não medidos,
Geradas por pensamentos mais que lindos, enquanto penso em você!

E não me diga coisa alguma, tente ao menos compreender,
O amor não tem respostas é apenas querer e viver!
Se exagero for dizer-te que te amo com amor ágape ou platônico,
Exagero ainda muito mais ao te dizer...
Na minha vida só existe uma pessoa, na minha vida só existe você!

Simples como teu sorriso, arrebatador como teu olhar!
Transporto-me para outro mundo, apenas em te ouvir falar!
Já não preciso dizer muito, pois é muito que digo!
Espero poder dizer ao mundo, o que hoje já foi dito...

Inserida por janainaregis