Tiago landeira: Árvores acesas Na memória está ainda...

Árvores acesas

Na memória está ainda o presente.
Suga-se o som para dentro do miolo porque nesse momento é de onde se tira a felicidade.
Movimento tudo que eu quiser. Pra onde eu quiser.
Na música da vez viola e viola e viola. Viola Sendo violada pelo dedilhado.
A compreensão é maior do que a assimilação.
O entendimento prevê o futuro enquanto se torna passado.
Cor de madeira molhada ao ver as mãos executando tarefas de escrever.
Cheiro de sua própria casa esquecido ou pouco percebido.
Combinam com cravos.
Pensamentos alcochoados em nuvens simuladas pelos olhos cerrados.
E fico feliz por algumas vezes experimentar de mim mesmo como um observador.
Alguém que consegue entender porque as palavras tenor e italiano são sinônimas.
como se flagrasse a inteligência trocando de roupa e a criatividade a sonhar.
E eu sigo,
Sendo assim.

Inserida por landeira