Frank Alves: Bem, são uns para o dinheiro, dois para...

Bem, são uns para o dinheiro, dois para a mostra que não faz nenhuma diferença aonde eu irei. Injeções do impulso em minha veia para fazer minha missão começar.
Ainda espalhando minha doença?
Confiando nos modos do meu vulnerável coração.
Um milhão de vezes antes de fazer a coisa certa.
Tão frágil, dói, quando tudo vem abaixo.
Alguns vêm outros vão separados por vírgulas e outros por ponto final.
Unir por meio de pontos dados com agulha e linha.
Vai entender os meios que minha vida tomou. A distancia veio com esse gosto amargo.
Com cara de solução ou esperança.
Rendi-me para alguns meios.
Rendi-me para algumas miragens.
Rendi-me para tomar meu próprio caminho.
Qual é o nome que se da para isso?
Às vezes precisamos estragar tudo?

Um ponto pra você, uma vírgula pra mim, não queria isso assim, mas quem planta fundo demora à colher.
A sua procura por sonhos pode falhar.
Minha procura por sonhos pode falhar.
Vingança não vai fazer mudar.
Esses pensamentos estão corroendo meu tempo.
Uns para o dinheiro, dois para saber quem está ao meu lado e quando você achar suas razões alivia-se com suas próprias soluções.
Bom, vamos ouvir um som e deixa o sistema cuidar do resto.
Quando minha parte do tesouro chegar, vou poder sorrir novamente, vou espantar a desilusão, vou amarrar meus tormentos em um poste e beber sozinho em uma mesa de bar em um lugar desconhecido...!
Eu estraguei muita coisa sem querer, agora querendo ou não vou consertar da melhor forma, vou tentar não deixar rastos.
Estou farto dessa vergonha alheia, estou farto desse abuso causado pela incompetência moral, dividida pela intolerância de minha mente. Não quero ver, não quero ouvir se for só isso!
Insuficiência moral?
Insuficiência racional?
Que nome se da pra isso?
Eu estou vivendo uma parte da vida para não entender o que anda fazendo com suas bocas, com suas atitudes, com suas caras sem medo do veneno das palavras, onde está aquele mundo onde as pessoas se importavam?
Queria estar nele! Esse mundo inventado por minhas crenças, por minhas esperanças. Eu tomei parte do certo e só vivo pra ele.
Os meios, os modos estranhos no qual não desejava... Até parece incertos... Mas...
Aconteceram...

Inserida por fr4nk4lv3s3