Nathalia Dutra: Eu sinto falta... Eu sinto falta...

Eu sinto falta...
Eu sinto falta daqueles momentos tão sublimes em que eu parecia estar no paraíso.
Eu sinto falta das coisas simples que eram ditas, mas que me atingiam como uma tempestade atinge um pequeno barco.
Eu sinto falta das palavras que faziam as borboletas no meu estômago se agitarem de tal forma, que era impossível respirar.
Eu sinto falta do carinho, das promessas, dos risos e sorrisos, dos olhos a brilhar cada vez que o seu nome era proferido.
Eu sinto falta de quando o mundo era pequeno e a paixão era enorme, de quando tudo parecia possível, de quando nada era em vão.
Sinto falta da reciprocidade que existia entre nós e que se esvaiu, tal como uma chuva de verão.

Inserida por Naaatdutra