Se algo restar guardo - Geraldo Neto: Se algo restar, guardo quando o tempo...

Se algo restar, guardo

quando o tempo fazer-me esquecer
dos vão momentos que vivi
do acaso que nos uniu
do presente que agora nos separa
do futuro embora escondido
que não importa comigo e com você
vou pedir para morrer
que não mereço viver
sem lembrar disso daqui
dos abraços e brincadeiras
dos amigos que conheci
mais que viva cem anos
não vou perder o que vivi
desafio meus pensamentos
e seus fenômenos de esquecimento
mas até na hora que estiver acuado
no ápice do sofrimento
se algo restar, guardo

Inserida por gnpoesia