Natália Maria de Lira Cardoso: Estranho. Poderia definir aquele por do...

Estranho. Poderia definir aquele por do sol de fim de tarde em tons alaranjados e avermelhados no céu, como maravilhosamente estranho. As pessoas passeavam felizes em frente ao por do sol, provocando sombras passageiras no chão. Essa felicidade era estranhamente aconchegante, fazia meu coração duplicar de tamanho provocando dores confortáveis e intimas. Meus olhos estavam hipnotizados pelos sorrisos excitantes e pelas feições sutis daquelas pessoas alegres. Seus risos pareciam deliciosas musicas que entravam em meus ouvidos caminhando por dentro de mim e entorpecendo meus pensamentos. Poderia haver diversas coisas no mundo que nos fariam desistir de tudo aquilo que acreditamos e defendemos, haveria pessoas que nos negariam a mão quando precisássemos, haveria muitos sorrisos falsos e palavras enganosas. Os caminhos são tortuosos e cheios de obstáculos, mas, a vida não seria completa sem riscos. Talvez por isso, a bailarina, mesmo ao ver seus dedos criarem bolhas e sentindo o desejo desesperado de parar no meio da musica, nunca para de dar seu

Inserida por NataliaCardoso