Sandro kretus: Expurgo De mim foram tiradas as...

Expurgo


De mim foram tiradas as vísceras apodrecidas
Junto com as feridas de um mundo adoentado
Outrora envenenado pelos reis das províncias
E machucado pelos gigantes atormentados

Não há cura onde a real loucura predomina
O louco não consegue gritar quando a mente o domina
Restos são restos, e o que sobra para os insetos?
Que de longe chegam perto de nossa hegemonia

A insustentável razão de um ser humano incrédulo
Que com seu apego, apelo, apreço
Paga seu preço pela sua inevitável ignorância

Que desde a infância constrói seus castelos
E desenha sois amarelos
Desejando um dia ser feliz

Inserida por santro