Maga.Vito: MEU PÂNTANO Estou afundada em um...

MEU PÂNTANO


Estou afundada em um pântano sujo e frio
Desse inferno onde uns olhos angelicais e pueris me lançaram
E só você pode me tirar
Me tirar desse tormento
Desse pecado promíscuo e insolúvel
Um anjo perdido de cabelos negros
me faz afundar sem que haja areia
Essa Lama que se move, que se toca, que se dane...
Jogando a vida no lixo da casa (coZinha)
tornando-se aquilo que envergonha a família
Uma ovelha negra, um filho prodigo
E só você pode me salvar
Dessa lama que me suja os sapatos (salto)
Que me cega o coração
que me trai, me atrai, me puxa pra você
Ela não sabe, quem dera quisesse
Mentiras antigas não me tornam melhor
Mergulhada no pântano
Só você pode me salvar

Inserida por maga.vito