Mauri Gonçalves Junior: Abstinencia Caminho pelas estradas da...

Abstinencia

Caminho pelas estradas da vida, seguindo algo, que eu não sei onde está, vou sem saber pra onde, o unico destino que existe no meu bilhete é em qualquer lugar, fica dificil decidir pra onde ir. As vezes paro pra respirar, mas mi lembro que ja não respiro mais, fica dificil.
Me lembro bem daquele dia que você mi ensinou a voar, e hoje doi lembrar o quão doce é o gosto do vento. Vou assim sem saber pra onde, vou seguindo meus olhos, mais não sei se posso confiar neles, porque eles tentam me enganar, buscam um alguem que não quero mais ver em todos os rostos, as vezes tenho medo de olhar nos olhos e ve-lá. Mas as coisas são assim, quando canso de caminhar gosto de deitar na grama e olhar para o céu, principalmente a noite, pra olhar as estrelas principalmente aquela que brilha mas do que as outras, me lembro quando olhavamos juntos pra mesma direção, fico me perguntando como uma pequena bolinha no céu me faz lembrar e sentir tanta coisa? Então fecho os olhos, e na verdade tenho medo de fecha-los.Porque o que mais me doi não saber que quando eu fechar os olhos vou me lembrar dela e sim quando eu abri-los e saber que são apenas lembranças.
E assim continuou caminhando por esta estrada,sem saber pra onde, sem saber quando vou chegar, mas eu sei que essa abstinencia uma hora vai passar.

Inserida por maurijunior