Oscar Wilde: Sempre! Que palavra horrível!...

Sempre! Que palavra horrível! Estremeço só de ouvi-la. As mulheres gostam muito de empregá-la. Estragam todo e qualquer romance tentando fazer com que dure para... Frase de Oscar Wilde.

Sempre! Que palavra horrível! Estremeço só de ouvi-la. As mulheres gostam muito de empregá-la. Estragam todo e qualquer romance tentando fazer com que dure para sempre. É também uma palavra sem sentido. A única diferença entre um capricho e uma paixão eterna é que o capricho dura um pouco mais.

Nota: Fala do personagem Lord Henry em "O Retrato de Dorian Gray".

Inserida por brunaritscher