Pastorzinho Eliezer Kosta: Era eu criança sonhava Com mouras...

Era eu criança sonhava
Com mouras encantadas
Suas fortunas mágicas enterradas
Beleza, impossível, e magia
Este sonho de fadas
Dava luz e amor a meu dia
Pobre; cresci na grande pobreza
Assim, nunca deixei de sonhar
De encontrar um dia o tesouro
Na água dos rios, no ar dos montes
Talvez para alem do mar
Tesouro, magia e mouras, encontra
Com as lendas eu sonhava
Com diamantes no rio
Tornando-se em esplendor de luz
Água, que enorme poderio
Gerava corrente
As noites frias sem sol as aqueciam
Vi que as lendas eram verdades
Que em criança eu sonhava
Tesouros vinham das minas
Em queda a água transformava
Em luz que a escuridão aclarava
Realidade, meus sonhos aclarava
Finquei meus olhos nos livros
Me ensinaram, abriram meu pensar
E a chave de muitos sonhos
Fizeram em mim transformar
Por certos esses tesouros
Minha mente acabava de encontrar
Não acredito em fadas e mouras
Acredito em tesouros na água e ar
Tanta riqueza enterrada à espera
Não acredito em bruxas ou rezar
Acredito no nada, é minha a terra
Acredito num ser supremo a governar.

Inserida por eliezer