Siomara Reis Teixeira: Desejos Êxtase infinito Que aos poucos...

Desejos


Êxtase infinito
Que aos poucos invade
Sentimento bendito
Que me toma inteira
No início condensado
P`ra logo depois,
Explodir no momento exato
Cresce em cada poro
Nas minúsculas partes do ser
É como um vício
Não consigo me conter
Necessidade de você
É dor, é sabor,
Alucina, estraçalha
Inelutável desejo
Que rasga como navalha

Inserida por siomarareisteixeira