Sidney R. F. Queiroz: Quando o ser humano atinge um...

Quando o ser humano atinge um determinado nível de inteligência sentimental, este trascende a barreira das
diferenças e apenas os defeitos que conflitam seus princípios são capazes de obstruir a evolução de um sentimento circunspecto que , pouco a pouco, tomará o lugar da racionalidade fazendo com que se viva o valioso risco de sofrer e amar de uma forma que a segurança de suas idealizações de prefeição jamais alcançariam.

Inserida por SidneyRFQueiroz