Siomara Reis Teixeira: Véus da Alma Quero agora, tua...

Véus da Alma


Quero agora, tua história, aqui!
Lancinante, entre os rasgos da memória
Entremeada de lembranças nos véus da alma.

Fácil pranto este, que agora flui,
Fluindo o desencanto, que ao desencantar,
Por fim,liberta!

Libertando a mente que ficou desperta
Orientando este meu, andar.

Inserida por siomarareisteixeira