Francismar Prestes Leal: Chega de Miséria?... Passeava com meu...

Chega de Miséria?...

Passeava com meu filho.
Tomávamos sorvetes...
De longe, vi você sentar.
E na calçada se abancou.

Ao passarmos por você,
Nos olhamos nos olhos.
Mas os seus eram vazios.
Ou melhor, estavam secos.

Sedentos por alguma luz...
Corpo e alma num deserto.
Sem esperanças aparentes.

Qual a razão da sua miséria?
Não importa... O que espanta
É a indiferença. Quer um teco?

Inserida por FrancismarPLeal