Mateus Maciejewsky: Carta_ ((Agora q não posso estar ai...

Carta_

((Agora q não posso estar ai para ler ao teu lado,
Quero q leia!
E logo te digo.”eu te amo”,
Por que, não sei se tu vais querer ler até o final.))

Lembra...
As mentiras ditas de boca pra fora,
Eram soh pra naum dizer, um eu te amo.

As contas queimadas q vc nunk leu,
Eram soh cartas, escritas com lagrimas minhas.

Horas no banheiro com dor de barriga
Era soh, eu pensando ,em como te ajudar.

As musicas, do cantor q eu dizia q vc num conhecia,
Eram composições minhas.

As letras q soh falavam de amor, e q por coincidência tinham seu nome
Eram letras minhas.

Todas as flores, q agora, perfumam sua cama
Foram de um colheita minha.

Lembra de um cara, q quase morreu,
Quando soube q tu tava doente?
Era “eu”.

Lembra de um cara q ficou horas procurando,
Procurando um doador de coração pra vc?
Era “eu”.

(Eu não achei um doador, Eu não achei um doador)
(Eu não sofri um acidente. “Eu me Suicidei”)

Sabe de quem era esse coração q vc usa hoje?
Era “meu”.

Sabe esse coração q vc usa Hoje?
É seu.

Inserida por mateusmaciejewsky