Laura Pedrosa: O sol já não queimava tanto a minha...

O sol já não queimava tanto a minha pele, quanto as tuas palavras queimavam meus sentimentos; eu não sentia tanta angústia como nos primeiros dias em que descobri você; o teu olhar não me intimidava muito menos me encantava agora. E os teus sorrisos já não me faziam sorrir...Você era apenas uma lembrança guardada em um canto especial dentro de mim – e era isso, por mais que eu negasse...era isso.

Eu não conseguia entender todos os ‘porques’ que afloravam em minha mente, e isso não era uma terrível novidade. Eu queria sentir alguma coisa, algo mais...mas, dentro de mim, ecoava apenas um sentimento de raiva, que hesitava em me largar... e eu também não desejava que ele se fosse...afinal, antes com raiva do que com sentimento algum.

O TEU CALOR, O MEU AMOR.

Inserida por laurapedrosa