Victor Martins: Menino Me agarro nesse menino, que tem...

Menino

Me agarro nesse menino, que tem os olhos tranquilos
Os olhos mais lindos, a boca aguada de tamarindo

Me agarro nesse menino, que tem os dias sadios
Que é peixe no rio, que é bicho acuado sem meus carinhos

Me agarro nesse menino, que tem o campo cerrado
Um baio selado e fogoso esperando por meus domingos

Me agarro nesse menino, com cola, com visgo de figo
Que brinca comigo, enquanto meus filhos estão dormindo

Será que ele cresce?
Me faz pouco caso
E um dia me esquece?

Preciso desse menino, que tem na sua algibeira
Segredos e chaves, que abrem porteiras pros meus caminhos

Preciso desse menino, de sua água de mina
Que lava meus dias e os deixas quarando num sol a pino

Preciso desse menino, que tira ouro do milho
Da vida o destino, com seu canivete cor de alumínio

Preciso desse menino, que eu carrego aqui dentro
Sem ele eu perco todo encantamento por ter crescido

Será que ele cresce?
Me faz pouco caso
E um dia me esquece

Inserida por LAZARELLA