Poetriz: Eu sou as duas, é verdade. Alguns...

Eu sou as duas, é verdade. Alguns sabem, outros não.
Se em uma eu deixo transparecer a ternura, a doçura, a bondade.
Na outra eu escondo o desejo, a paixão, a sedução, a vaidade.
Uma tem vários amigos, a outra vários amantes.
E o que elas tem em comum? As duas sentem-se atraídas pelo mesmo rapaz.
Mas ele não enxerga nenhuma das duas, e qdo as vê… só vê o superficial.

Inserida por caro.soares