Carlos Eduardo: No clímax da noite, antes de dormir,...

No clímax da noite, antes de dormir, aparecem relatos e vestígios daquilo que procuro, algo tão insensato quanto um breve distúrbio de personalidade, é constante a criação de peças teatrais imaginarias no oco da minha cabeça, fortes são as palavras quando pensadas e fracas quando são proferidas, sem dinamismo, com falsas fronteiras...Procuro entender o quão bem cai em mim esta vilania, este caráter que entorpece até o meu sentido mais são(único), talvez esteja apenas da minha ambiciosa procura pela gloria, meu veneno, meu vicio...

Inserida por carlosrezende