Maíra F.: Se era para se viver, que se vivesse...

Se era para se viver, que se vivesse como um carro em alta velocidade e não um pedestre letárgico. Ela já não suportava mais a letargia. Tinha pressa, tinha sede.

Inserida por gegh