Walace Miguel: IMPOSSÍVEL RE-VIVER ! Caminho tanto...

IMPOSSÍVEL RE-VIVER !

Caminho tanto entre o mundo a fora, que as vezes acho que os caminhos não sou eu que faço, e sim o mundo que os valoriza e faz com que eles sejam nada mais nada menos que transações óticas de espelhos líricos incendiados pelos raios solares dos meus olhos.

Sentado lendo um qualquer livro, lembro do que passei e do que ainda irei passar, penso em caminhos que ainda irei andar, por caminhos perdidos por mim, por pessoas valorizadas por mim, e esquecidas por mim, mais em fim, um dia irei esperar o mundo olhar pra si próprio e dizer que eu não sou o ser mais perfeito, mais sou nada mais nada menos que eu mesmo.

Sinto cada vez mais a morte próxima de mim, quem sabe isso seja um déjà vu, de uma vida que eu tive anteriormente, ou um pensamento imundo de algo que eu desconheço, ou de algo que eu não mereço.

Posso me infiltrar dentro de qualquer sentido, sendo eu mesmo, ou me recompondo a cada mundo que me faz pensar que eu posso estar em qualquer lugar, com qualquer pessoa, onde eu possa caminhar lentamente, sem a preocupação de me apressar.

Me pergunto como deve ser a morte, várias pessoas estudam sobre a morte, e querem saber o que vem além da morte, mais só ficaram sabendo quando morrerem, por isso não me preocupo com a morte, pois sei que um dia irei saber como ela é, e com isso posso parar para refletir sobre a vida.
As vezes eu queria acorrentar-me as minhas palavras, para que o meu sofrimento fosse por si só, o meu maior caminho para cair, morrer e viver esse ponto de “ luto “ como se fosse a apreciação dos contínuos e óbvios sentidos de apenas um caminho, morrer e apodrecer, em uma terra que como o melhor dos homens aprendi a viver.

Certas horas, me sinto feito uma criança órfã, triste solitário, mais ainda assim tendo mais motivos para apreciar o que se não tem, do que o que se conquista.

Talvez eu possa fazer algo por você hoje, pois amanhã quem sabe, pode ser tarde de mais, não para você mais para mim, ou para o próprio tempo, e com isso, sei que o tempo longe de você se torna lento, e quando estou do seu lado, o tempo se despedaça com os nossos sorrisos com as nossas lágrimas, mais nunca deixando de lado o pouco de felicidade desfalecido dentro de nós mesmos.

Ainda sei que pessoas correm em direções opostas, pois morrem, eu por você correria todas as direções, para que o amor que eu sinto por você não morra nunca, ou por um momento seja esquecido por você, mais lembrado pela humanidade até o dia que não existir mais motivos para se amar, sei que de alguma forma, o tempo será capaz de renascer tudo que passamos juntos, todo aquele amor recolhido de um passado tão distante e de um futuro impossibilitado de re-viver.

Inserida por walacemiguel