Pedro Carpigiani: O silêncio me faz companhia me faz ver...

O silêncio me faz companhia
me faz ver mais esse dia perdido
mais essas horas em vão, inválidas
esse dia inexato que vem a cada manhã bater a minha porta,
que me faz ter preguiça das pessoas a minha volta.
não quero abrir os olhos nem para uma simples espiada.
não quero ter a visão poluida com a ignorância das pessoas
não quero um abraço de mentira que me acolha,
dos olhos me fitando com apatia,
das tuas mão me escorando sem valentia.

não quero me juntar ao teu mundo de ilusão
deste teu mundo de alguns,
desse outro de nenhum.
eu prefiro o meu silêncio e a solidão
de mais alguns segundos sem o teu não,
da insegurança da minha mente
que me distancia da tua que é estúpida e demente
lamentando o passado perdido
podre, inútil, deveras iludido.
não olha o que há pela frente.

a minha insegurança a cada dia me refaz
na tua egoísta segurança você me desfaz
os meus escombros de cada reconstrução
ficam jogados ao lado do teu egocentrimo
mascarado e escondido no eufemismo
não quero fazer parte deste mundo de ilusão.
prefiro o meu silêncio dito a suas palavras malditas,
quero cada vez mais o meu mundo de solidão.

Inserida por PedroCarpigiani