Cícero Ribas: Abrisse as portas Na longa, mas curta...

Abrisse as portas
Na longa, mas curta viagem,
Dos dias iguais para muitos,


Para min?
Em que admiro, nervoso,
O momento,
que felicidade , La vem
O raio de sol, brilhante e metálico em sua perfeição,
Que cruza meu caminho,

O tempo para, para min,
Na espera, deste belo sorriso,

Observo num olhar de paquera,
Na esperança que desperte
O sentimento que sinto em todas as manhãs
Nesses olhos verdes,

A paixão em acordar e ver você.

Inserida por C.ribas