Cícero Ribas: Aprendi Com o tempo As feridas...

Aprendi
Com o tempo
As feridas cicatrizaram, minha alma está tranguila

Não sou uma flor, nem você uma borboleta,
Também amo a natureza,
Já te conheço, és minha libélula,

Eu continuo com o mesmo medo
Mas parece já, nos conhecemos,

Quando te vi, me arrepiei,
Simplesmente não sei explicar
Me, apaixonei, pelo teu belo sorriso,
Esse seu jeito é um charme não tem igual

Quando erra as palavras, gagueja,
Eu acho graça

Sei é um café, vou ter calma,

Espero te ver no meu almoço,

Te, prometo,
Um dia fazer o nosso jantar,

Ai você me deve, E tem que pagar, com infinitos beijos de amor

Inserida por C.ribas