Mateus Maciejewsky: Eu sou o solstício do teu inverno. Sou...

Eu sou o solstício do teu inverno.
Sou a tremedeira que vem aos seus pés á noite.
O receio do arriscar.
O medo do errar.
O tentar sem provar.
O arriscar provar.
O pavor de amar.
O calafrio a madrugar.
O dente a bater.
O coração chorar.
O olho a lagrimejar.
O sem por que olhar.
O sol a esquentar.
O mesmo sol a alma fritar.
O espectro a te, em caminhar.
O espírito maia a chamar.
O teu cérebro fraquejar.
O chorar sem lagrima derramar.
O namorar sem tocar
O tocar a mais sério levar
O sonho a não realizar
O pesadelo que venha a realizar
O lutar para não ganhar
O perder com chance de ganhar
O vender a alma e naum poder pagar
Você é a minha neve a cair em dia ensolarado
O raio ultravioleta a ultrapassar a barreira dos céus nem tanto azulados
O vácuo no imenso espaço profundo
Te encontrar vai ser tão raro que vou deixar
Por obscuro.

Inserida por mateusmaciejewsky